Segunda, 25 de Outubro de 2021 22:37
61996377502
Notícias História

20 anos do 11 de setembro

Acontecimento tão expressivo, que ficou conhecido apenas por sua data

11/09/2021 11h03
279
Por: Stéffany Santos
Fonte da Imagem: Getty Images
Fonte da Imagem: Getty Images

O ataque que mudou os rumos do mundo logo no primeiro ano do século XXI completa hoje 20 anos.

O 11 de setembro tornou-se um acontecimento tão marcante que é reconhecido apenas por sua data. Isso não é pra qualquer um. São poucas as datas com tanta expressividade. 

Em 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos sofreram o maior ataque a seu território desde o bombardeio japonês à base de Pearl Harbor (no Havaí, em 1941).

Naquele dia, quatro aviões americanos foram sequestrados e dois deles foram lançados contra as torres gêmeas do World Trade Center (WTC), na ilha de Manhattan, em Nova York, um chocou-se com o Pentágono (sede do Departamento de Defesa dos EUA, em Washington D.C.), e outro caiu numa área desabitada no Estado da Pensilvânia.

Foram quase 3 mil mortos no atentado, além daqueles que perderam a vida em decorrência das consequências do atentado, como inalação de substâncias tóxicas.

Muitas vidas foram perdidas e a vida de um país inteiro ficou marcada para sempre.

As consequências na vida prática dos americanos envolveram especialmente o cuidado com a segurança e o impacto na privacidade do cidadão. O presidente Bush assinou o Patriot Act (Lei Patriótica), que facilitou operações de vigilância das autoridades, permitindo o monitoramento de comunicações via telefone e internet.

Em relação ao mundo, os ataques mobilizaram o Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) que aprovou por unanimidade a resolução 1368.

Ela condenou os atentados do dia anterior, reafirmou o compromisso da comunidade internacional de combate ao terrorismo e confirmou o direito de defesa contra ataques dessa natureza, com base na lei internacional.

Para o restante do mundo, o mais importante acontecimento resultante do 11 de Setembro foi a invasão do Afeganistão, por uma coalizão liderada pelos Estados Unidos, a chamada “Guerra ao Terror”. 

As tropas americanas só deixaram totalmente o Afeganistão há poucos dias. O que provocou grande temor naquele país, já que a saída das tropas refletiu na retomada do poder pelo Talibã.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias