Segunda, 25 de Outubro de 2021 22:46
61996377502
Notícias Data Comemorativa

Dia Mundial sem Carro

Dirigir menos é sinônimo de mais saúde e menos poluição

22/09/2021 09h15
117
Por: Stéffany Santos
Dia Mundial sem Carro

A redução do uso de automóveis e a importância de outros meios de transporte têm sido discutidas já há algum tempo, mas merecem ainda mais destaque nesse 22 de setembro, Dia Mundial sem Carro. Embora a ciência e a tecnologia venham colaborando para o aumento do uso de fontes energéticas não poluentes, ainda há muito a ser feito.

Veículos que usam combustíveis fósseis têm participação direta no aumento da poluição do ar e em outros danos consequentes, como problemas respiratórios e prejuízos ambientais. Apesar da chegada dos veículos elétricos, que diminuem a emissão de gases tóxicos, as mudanças não são tão significativas no déficit ambiental, uma vez que, as demais matérias primas automobilísticas mantém-se as mesmas.

"Romper com este ciclo catastrófico, reduzindo o uso e o consumo do automóvel, resultaria em melhor preservação ambiental, recuperação de florestas degradadas e uma melhor distribuição do ambiente coletivo da cidade para as pessoas.", diz o advogado Irineu Ramos, sócio-fundador da Cicloativo, uma associação de ciclistas em Campinas (SP).

A redução no uso de veículos também influencia diretamente na saúde. Além da diminuição da poluição do ar, que beneficia a saúde respiratória. A adoção de práticas mais saudáveis, como caminhar e pedalar alguns dias na semana em vez de dirigir também são bem vindas.

Para a saúde física, os benefícios aparecem rapidamente quando o corpo se mexe mais: melhora do condicionamento, da postura, de dores musculares, na respiração e na resposta do sistema imunológico, no controle da ansiedade e da depressão, como explica o cardiologista João Vicente, de São Paulo, que trabalha no hospital Sírio Libanês e no InCor (Instituto do Coração da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo). 

"Ajuda também a ter uma boa noite de sono. Faz com que ocorra uma maior liberação de adrenalina e noradrenalina no sangue e também de dopamina e serotonina, que deixam as pessoas mais alertas e felizes", o médico afirma. "Diminui colesterol, triglicérides e açúcar no sangue e reduz o peso, que são fatores de risco para doenças do coração. Contribui nas articulações, o que melhora as dores articulares." 

Aos sedentários, a recomendação é começar por uma avaliação clínica para saber se está tudo em ordem para fazer atividades físicas.

E vale o alerta: Nas cidades onde carros ocupam grande espaço nas vias, são eles que têm vantagem na disputa pelo espaço de locomoção. Por isso, é preciso ter cuidado ao andar a pé, usar bicicletas e patinetes. Equipamentos de proteção são acessórios imprescindíveis, e nada de usar fones de ouvido, que podem levar à distração.

*Com informações Viva Bem

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias