Segunda, 25 de Outubro de 2021 23:47
61996377502
Notícias Meio Ambiente

Conheça o potencial das fazendas verticais eólicas

A Fazenda vertical usa energia eólica, pouco espaço, luzes LED e vai produzir mil toneladas de alimentos todos os anos

30/09/2021 16h29
99
Por: Vítor Tobias
Créditos: divulgação/Yes Health Group
Créditos: divulgação/Yes Health Group

Uma fazenda vertical totalmente hidropônica, eólica (energia gerada pelo vento) e que cultiva plantas com luzes LED produz mil toneladas de alimentos por ano.

O método, que está se tornando popular no mundo todo, é econômico, prático e requer espaços menores já que utiliza torres de hidroponia em vez de tomar espaços no campo.

A técnica é realizada pelo Grupo YesHealth, uma da empresas pioneiras desde 2008 que utiliza o método de agricultura sustentável com tecnologia verde.

Dinamarca 

Hoje, a empresa é uma das mais eficientes fazendas verticais do mundo e mesmo sendo de Taiwan, um dos projetos mais importantes se concentra na Dinamarca, em Copenhague.

Lá fica um dos maiores parques eólicos do planeta. No total, são 23 mil metros quadrado para a produção de 1.000 tonelada de vegetais por ano.

O YesHealth Group está realizando esta construção com seu parceiro da região escandinava, o Nordic Harvest.

Assim que a segunda fase for concluída em 2022, eles terão a maior fazenda vertical da Europa.

LED sem agrotóxicos

O grupo deu um passo importante na tecnologia alimentar sustentável ao utilizar turbinas eólicas que reduzem o uso de carbono na produção.

As fazendas verticais do YesHealth Group utilizam a hidroponia para produzir alimentos com pouca água e sem agrotóxicos.

Além disso, possuem um diferencial por fabricar e utilizar suas próprias lâmpadas LED, com tecnologia que eles desenvolveram nos últimos dez anos.

Vegetais mais frescos

Outra vantagem desse sistema é que será possível ter uma produção anual constante e como os vegetais chegarão muito mais frescos aos supermercados do que os importados, espera-se que ajude a reduzir o desperdício de alimentos.

Stella Tsai, gerente geral do YesHealth Group explica que os preços dos vegetais do parque eólico vertical serão muito competitivos no mercado dinamarquês, pois “neste tipo de cultivo, todos os custos podem ser controlados.

A produção não é influenciada pelo clima, então pode se desenvolver num novo sistema.

Com esse foco, a YesHealth quer conquistar novos mercados e ser uma alternativa para atingir a meta de redução de poluição por meio da agricultura sustentável.

*Com informações do Portal Só Notícia Boa.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias