Domingo, 05 de Dezembro de 2021 14:05
61996377502
Notícias Tecnologia

Protótipo de embarcação autônoma em Amsterdã

Os Roboats, além de transportar cargas e passageiros, monitoram a limpeza dos canais da cidade

18/10/2021 10h34
Por: Stéffany Santos
Fonte da Imagem: The Economic Times
Fonte da Imagem: The Economic Times

Talvez você não saiba, mas as belezas da cidade de Amsterdã são sustentadas por uma estrutura submersa de madeira. Há cerca de 400 anos a cidade foi construída abaixo do nível do mar sobre milhões de estacas, que hoje estão cedendo. Para não afundar, Amsterdã está em obras.

A deterioração da estrutura é reflexo, não só do tempo, mas também dos novos estilos de vida. São muitos mais carros e caminhões circulando pelas cidades, além da grande quantidade de pessoas, entre moradores e turistas. 

Dentre as medidas para reduzir a sobrecarga nas vias da cidade está a implantação de uma opção sustentável - os Roboats - embarcações autônomas, sem piloto, que se movem por um sistema de GPS. 

O barco desenvolvido pelo Instituto para Soluções Metropolitanas de Amsterdã em parceria com o Instituto de Tecnologia de Massachusetts - MIT dos Estados Unidos -, ainda é apenas um protótipo, mas dentro de alguns anos poderá estar circulando nos canais de Amsterdã, fazendo a cidade voltar às origens, transportando cargas e passageiros.

A embarcação tem bateria de até nove horas de duração e um sensor contra colisões com nadadores e outras embarcações. Além de monitorar a qualidade da água. Enquanto o Roboat faz o transporte, também ajuda na limpeza dos canais - cada unidade pode coletar até 1500 quilos de resíduo, que são transportados pela água até o porto de Amsterdã, onde está a companhia que processa todos os resíduos da cidade. 

E assim a cidade segue em busca de soluções para não entrar em colapso no futuro.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias