Domingo, 05 de Dezembro de 2021 14:40
61996377502
Colunas Economia

Quais os primeiros passos para começar a investir?

Confira 6 dicas para uma cartela de investimentos sólida e consistente

28/10/2021 08h38
Por: Stéffany Santos
Fonte da Imagem: Toro Radar
Fonte da Imagem: Toro Radar

Não precisa de muito dinheiro para iniciar os investimentos, mas não adianta também fazer uma única vez, pois isso não será efetivo. Mais importante do que quanto você irá investir é manter a frequência nos investimentos. 

Outra dica importante é ficar atento para não embarcar em dicas quentes de mercado e não investir tudo em renda variável. Tenha também o suporte de um assessor de investimentos. 

E quais passos são importantes na construção de uma cartela de investimentos sólida e consistente? Confira 6 importantes dicas: 

1. Saiba como organizar suas finanças

Escreva em um papel ou planilha quanto você ganha de renda e os seus gastos do mês. Com isso, saberá se é possível e quanto você conseguirá guardar para fazer uma reserva financeira e iniciar seus investimentos. 

 2.  Prazos

Defina objetivos para curto, médio e longo prazo. Isso te ajudará, a saber, quanto você precisa investir e na escolha dos produtos.

3. Calcule quanto precisa investir

Ter conhecimento de quanto de dinheiro você vai precisar, em determinado tempo, para cada objetivo e como investir, vai ajudar na hora de criar uma estratégia de investimento para alcançar suas metas.

4) Ajuste suas contas com as metas

Nem sempre o que você conseguirá guardar no fim do mês será suficiente para seu objetivo. Então, ajuste o valor e prazo da sua meta para poder cortar gastos ou aumentar a renda caso  seja necessário.

5) Aprenda conceitos básicos 

É preciso buscar informações relevantes e confiáveis sobre os principais tipos de aplicações do mercado, de renda fixa e variável.  Procure um assessor de investimento que possa ajudá-lo o assessorando.

6) Descubra seu perfil de investidor

 Já sabe qual é seu perfil de investidor? Ele pode ser conservador, moderado ou agressivo. Saber seu perfil te ajudará no tipo de investimento ideal para você e no quanto você está disposto a correr riscos e evitar frustrações.  

Anota mais essa dica: a escolha da instituição pela qual você fará os aportes é muito importante e, pode ser um banco de investimentos. Preste atenção nas taxas oferecidas.  A instituição faz a mediação entre o investidor e os produtos de investimentos disponíveis.   Não se esqueça de diversificar sua carteira para ter resultados mais consistentes. 

Um assessor de investimentos pode tirar suas dúvidas, auxiliá-lo com seus investimentos e desenhar estratégias, esse profissional tem seu trabalho focado em apresentar um leque de produtos e oportunidades do mercado financeiro, de acordo com seus objetivos e ser perfil de investidor. 

Sobre André Sousa

André Souza é formado em Administração de Empresas, pela FMU São Paulo e em Geografia pelo Uniceub em Brasília, desde 2003 atua como Assessor de Investimentos, CPA-20. Sócio da Miura Investimentos localizada em Brasília, e atua na função de Assessor de Investimentos.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias