Quinta, 27 de Janeiro de 2022 18:05
61996377502
Notícias Meio Ambiente

Estilista cria sapatos que podem ser plantados e viram macieiras

Fabricados com materiais biodegradáveis, os calçados tem uma semente de maçã escondida na sola

30/11/2021 14h01
Por: Vítor Tobias
Créditos: reprodução/Youtube
Créditos: reprodução/Youtube

O canadense Luc Houle trabalhou 7 anos no mercado de moda e, para ajudar a diminuir o impacto ambiental da indústria, criou uma nova proposta de calçados: quando não puderem mais ser usados, os pares são plantados ao invés de descartados.

A marca de calçados ganhou o nome de Johnny e a razão é a lenda de Johnny Appleseed, um homem que que andava por Ontário e pelo norte dos Estados Unidos espalhando sementes de maçãs. E é justamente isso que os calçados vão fazer – se transformarem em macieiras.

Os Johnnys são sapatos comuns de lona, mas em sua composição são usados materiais biodegradáveis ao invés de plástico. Acolchoado, leve e resistente à água, a vida útil de um par é estimada em 3 anos. Depois disso eles devem ir para o solo.

Uma vez enterrados, os Johnnys vaõ se decompor. Isso acontece porque parte dos materiais do sapato são compostos naturais que têm justamente a função de atrair microrganismos que aceleram o processo. E, escondida na sola de cada calçado, está uma maçã semente envolta em fertilizante.

A previsão é que a nova macieira cresça em 1 ano e meio. E, mesmo se os sapatos não forem “plantados” eles irão se biodegradar em aterros sanitários, caso sejam descartados no lixo comum.

Para transformar o projeto em realidade, Luc Houle precisa levantar US$ 55 mil para que a marca “Johnny” chegue ao mercado. Para isso, o estilista conta com uma campanha na plataforma Kickstarter.  

Na campanha, é possível comprar um par de Johnnys por US$ 109 e ganhar também uma árvore plantada em seu nome. Houle diz que espera lançar sua marca de sapatos sustentáveis até agosto de 2022.

*Com informações do Portal Ciclo Vivo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias