Quinta, 27 de Janeiro de 2022 16:56
61996377502
Educação Estudos

Como fixar o conteúdo estudado?

Confira três dicas essenciais para manter todo o material na mente e evitar o tradicional “branco” na hora da prova

26/03/2021 08h30
Por: Vítor Tobias
Créditos: Pixabay/Banco de Imagens
Créditos: Pixabay/Banco de Imagens

Você que estuda noite e dia para aquelas provas, exames, processos seletivos, sabe o quão grande é o desafio de fixar o conteúdo na mente. Por mais que estude horas a fio, é difícil memorizar tudo que está sendo visto, quanto mais cansado, mais desgastante o período de estudo, mais o material começa a se esvair dos nossos pensamentos, o que gera o clássico “branco” na hora da prova.

Saber táticas de como memorizar é essencial para manter seu desempenho nos estudos. Afinal, seu cérebro precisa ser estimulado, de maneira correta, para transformar informações em conhecimento. 

Existem muitas formas de memorizar os conteúdos com maior facilidade e efetividade. No post de hoje, separamos 3 métodos para guardar na memória o que você estuda. Garantimos que fará toda diferença na sua vida acadêmica. Confira!

Mapas Mentais

Fazer anotações seguindo o fluxo da esquerda para a direita e de cima para baixo, pode não ser o método mais eficiente para memorizar muitos conceitos. A técnica dos mapas mentais auxilia a memorização, pois permite a conexão entre ideias essenciais e exercita a apreensão visual.

Para elaborar um mapa mental é preciso definir um tema e colocá-lo no centro de uma folha. Em seguida, conecte a esse tema central os elementos relacionados a ele. O objetivo é formar um miolo com ramificações de associações.

Cores, símbolos e ícones devem ser utilizados para proporcionar um efeito visual mais marcante. Utilizando essa tática, de criação e revisão por meio dos mapas, sua capacidade de fixação da matéria melhorará consideravelmente.

Diversifique os assuntos

Muitos estudantes costumam terminar todo o conteúdo de uma matéria para depois partir para outra. Esse método não é muito eficiente para o processo de memorização. Para fixar algo, o nosso cérebro precisa de um tempo de descanso para, em seguida, ser estimulado a lembrar.

Para fazer isso, uma solução é estudar matérias intercaladas. Dedique-se um tempo determinado para uma disciplina e, após um pequeno descanso, vá para outra. Assim, você evita deixar sua mente entediada, com um único assunto, o que acaba comprometendo o processo de memorização.

Você também pode voltar à matéria inicial. Isso faz com que seu cérebro seja obrigado a acessar a região da memória de longo prazo. Dessa forma, você mantém vivo aquilo que você aprendeu há mais tempo.

Resumos

Ter um conteúdo muito extenso para estudar não é interessante para a memorização. Nossa mente está mais adaptada a gravar elementos pontuais do que grandes blocos de informação. Neste sentido, é preciso fazer resumos do que você aprendeu.

Preste atenção no que a ementa da disciplina ou o professor destaca ser o mais importante a ser compreendido. Considere essa informação para fazer os resumos. Sintetize em poucas palavras uma ideia principal e organize-a em uma lista. Assim, você terá reunido os resumos em um único lugar, facilitando a leitura para fixar o conteúdo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias